sexta-feira, 24 de abril de 2009

Exército israelense prepara ataque ao Irã



O Exército de Israel prepara um ataque militar contra as instalações nucleares iranianas, no caso de uma determinação do governo liderado pelo novo primeiro-ministro, Binyamin Netanyahu. A informação foi divulgada neste sábado pelo jornal britânico "The Times".

"Israel quer ter a certeza de que se o Exército receber autorização, poderá atacar o Irã em poucos dias, inclusive horas. [Israel] se prepara em todos os níveis para esta eventualidade. A mensagem ao Irã é que a ameaça não é apenas verbal", informou uma fonte do ministério da Defesa israelense ao "Times".

De acordo com o "Times", as autoridades israelenses consideram que os alvos no Irã podem ser dezenas, incluindo comboios móveis. Entre eles estão Natanz (no leste do país), onde milhares de centrífugas enriquecem urânio, Ispahan (centro) com túneis repletos de 250 toneladas de gás, e Arak (leste), onde o Irã monta um reator de água pesada para produzir plutônio.

"Não faríamos ameaças sem ter os meios para cumprir. Recentemente, tivemos progressos, várias operações de preparação que indicam uma vontade de Israel em atuar", informou ao jornal uma fonte ligada aos serviços de inteligência.

(fonte)

3 comentários:

Anônimo disse...

parabéns pela iniciativa, valeu!!!!!!!!

Ricardo disse...

vamos aguardar que isso não aconteça pois a probabilidade de um ataque desse se alastrar e bater com outros "interesses" de diversos outros países é bem grande....lamentável de ambas as partes que não conseguem parar de se acusar e matar. Estamos vendo aí um dos possíveis cenários iniciais para um real armagedon, conflagração de nível mundial, sem contar elevações do preço do petróleo e riscos absurdos que com certeza abalariam mais ainda a economia mundial....levando a um verdadeiro caos. Minha conclusão? rezemos!!!

Anônimo disse...

México confirma gripe suína e EUA se mostram preocupados com a epidemia
Há 3 horas

CIDADE DO MÉXICO, México (AFP) — O México confirmou uma epidemia de gripe suína e está investigando 45 possíveis mortes relacionadas a isso, além de 943 casos suspeitos de padecer do mesmo mal, segundo informou nesta sexta-feira o secretário da Saúde, José Angel Córdova.

Médicos especialistas americanos já haviam anunciado estar muito preocupados com os casos de gripe suína ocorridosno México e que infectou sete pessoas nos Estados Unidos, conforme alertou um porta-voz do Centro de Controle de Doenças (CCE), Dave Daigle.

Daigle disse que funcionários sanitários americanos estavam estudando as cepas dos vírus que receberiam amostras vindas do México.

Em 11 dos 12 casos humanos de gripe suína (cepa H1N1) reportados nos Estados Unidos de dezembro de 2005 a fevereiro de 2009, o CCE registrou contato direto ou indireto com porcos.

"Determinamos que este vírus é contagioso e está se disseminando de humanos pasra humanos", afirma o CCE em seu site. "No entanto, até o momento nao determinamos com que facilidade o vírus é trasmitido entre pessoas".

Centenas de casos humanos de gripe suína foram registrados no México e nos Estados Unidos, incluindo 60 que resultaram fatais no México, anunciou nesta sexta-feira, em Genebra, a Organização Mundial da Saúde (OMS).

"Temos hoje 800 casos suspeitos de gripe suína, com 57 mortos, na região no México", afirmou a porta-voz da la OMS, Fadela Chaib.

"Nos Estados Unidos há sete casos comprovados; cinco na Califórnia e dois no Texas", indicou ainada, acrescentando que por ora nenhum caso fatal foi registrado nos Estados Unidos, onde o vírus responsável pelo surte pertence à cepa H1N1.

jp sbo

Publicar em:

Related Posts with Thumbnails